Todos na Tag: dicas

Alguns sinais de que seu gato te ama!

Para as pessoas que nunca foram tutoras de gatinhos identificar os sinais de carinho e consideração dos bichanos pode ser difícil.

Por isso, se você e seu pet ainda estão se conhecendo e se adaptando um ao outro, atente-se a estas pequenas demonstrações de amor que podem vir dele.

  • Encostar a cabeça – quando os felinos gostam de seus tutores, eles demonstram encostando e esfregando a cabeça em alguma parte do corpo do tutor, fazendo com que seja liberado endorfina, tanto no felino quanto no tutor. Esse gesto demonstra também confiança e segurança.
  • Ronronar – O som preferido dos tutores de gato é sim um sinal claro de que ele diz que te ama. É preciso que se preste atenção ao “ronron” do gato para identificar o barulho que ele faz quando está feliz e calmo com sua presença.

  • Deitar no colo ou dormir na mesma cama – O momento do sono do gato é quando ele mais se sente vulnerável, então, se ele procura você para tirar um cochilo, esse é um sinal claro de que ele confia em você.

  • Trazer “presentes” – Gatos são caçadores e, quando conseguem pegar algo, é comum que eles levem as “vítimas” para os tutores como uma demonstração de afeto pelo seu esforço.

E para manter seu amigo felino sempre saudável e feliz, marque periodicamente uma consulta conosco, mantendo a saúde bucal dele em dia. O agendamento pode ser feito no email odontovet@odontovet.com.


[Via]

Leia mais

6 modos de saber se seu pet pode estar com problemas bucais

Você sabe identificar se a boca do seu pet vai bem? Confira 6 dicas que ajudam a identificar se a boca do seu pet está (ou não) saudável:

  1. Mucosa: A parte interna da boca do cão – do céu à abaixo da língua – deve ser sempre lisa, úmida e brilhante, sem caroços e irregularidades. Mucosas secas ou pegajosas são sinal de algo errado.
  2. Hálito: O mais conhecido de todos os sinais é o mau hálito. O tal do “bafinho” canino pode ser indicativo de problemas bucais.
  3. Língua: Uma língua saudável é sempre lisa e rosada – exceto em raças que possuem pigmentação na língua (como o Chow Chow).
  4. Gengiva: Uma gengiva saudável é rosada, nunca vermelha, pois essa coloração indica inflamação.
  5. Dentição: Dentes quebrados podem atrair infecções e toda dentição dupla (quando os dentes de leite não caem naturalmente) deve ser removida.
  6. Tártaro: Os dentes precisam estar sempre branquinhos. Se eles apresentam partes amareladas e escurecidas é sinal de tártaro, exigindo uma limpeza profunda e tratamento correto.

Sempre que surgir a dúvida quanto a saúde e normalidade na boca do seu pet é importante agendar uma consulta com um dentista veterinário. E para evitar que todos esses sintomas apareçam ou reapareçam na boca do seu pet e causem desconfortos, tais faça consultas devem ser feitas regularmente, realizando todos os tratamentos corretamente. Posteriormente aos tratamentos, a escovação dos dentes do animal deve ser feita pelo menos uma vez ao dia.

Aprenda aqui a realizar uma escovação ideal

Para mais informações e tratamentos, agende uma consulta conosco

Leia mais