Cuidados com a Hipetermia nos Pets

Nesta época do ano as temperaturas começam a subir e é preciso ter cuidado redobrado com a hipertermia. As altas temperaturas fazem com que os pets fiquem superaquecidos, pois seus sistemas de resfriamento não são tão eficientes: os cães costumam ofegar para trocar o ar frio pelo úmido, regulando os níveis de temperatura e também enchem o peito para fazer o ar frio circular pela pele, diminuindo o calor; Já os gatos se lambem para que a saliva evapore e ajude a dissipar o calor.

Porém os pet possuem uma temperatura corpórea de 37º e, quando a temperatura do ambiente está igual ou acima disso, é quando começam os primeiros sintomas da hipertermia, que necessitam ser controlados rapidamente, antes que o quadro se agrave e necessite de atendimento médico.

Para ajudar seu pet a controlar o calor corporal e evitar a hipertermia, é possível fazer algumas das coisas abaixo:

  • BANHO FRIO: ajude-o a se resfriar usando água fria da mangueira, banheira, chuveiro ou colocando o pet na pia ou tanque com água.
  • TOALHA GELADA: aplique toalhas molhadas com água gelada na parte de trás do pescoço ou na cabeça. Uma bolsa de gelo pode ser coloca em cima da toalha. Outros pontos para resfriamento rápido são as virilhas e axilas.
  • MUITA ÁGUA:  Ofereça o quanto de água for necessário, além de soro caseiro caso você sinta que seu pet está desidratado.
  • LOCAL FRESCO: Leve seu pet sempre para um local fresco, com ventilador potente ou ar-condicionado, até que a temperatura ambiente seja menor que a temperatura corporal, e então o pet irá começar a se refrescar ofegando.  

Com atenção redobrada e muito cuidado, os pets podem passar por esses meses de calor intenso com conforto e segurança!

E em caso de desconfortos e situações mais graves consulte sempre um veterinário de confiança!

[via]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.