Tratamento de canal (Endodontia)

Os pets sentem dor de dente?

Sim os pets sentem dor de dente. Cães, gatos, ferrets e outros pets tem “nervo” no dente, como nós seres humanos. O “nervo” do dente ou a polpa é responsável pela sensibilidade do dente. Quando o bichinho bate o dente por acidente ou por morder algo muito duro quebra o dente, a parte viva do dente (polpa ou “nervo”) fica exposta e eles sentem dor e na maioria das vezes sofrem em silêncio. Por isso devemos estar atentos a qualquer sinal que possa indicar comprometimento da saúde da parte viva do dente, como, dentes quebrados, gastos ou escurecidos.Geralmente, quando a fratura é bem recente, percebe-se um ponto vermelho bem na região da exposição da polpa (Figura 1), mas com o passar do tempo este ponto fica escuro devido acúmulo de sujeira e também morte da parte viva do dente (Figura 2). Além da dor, este ponto aberto no dente é um ponto de entrada de contaminação que leva a formação de abscesso (Figura 6) e comprometimento de outros órgãos.O desgaste dos dentes (geralmente causado por hábitos de roer objetos duros, se coçar em excesso ou por dentes tortos – Figura 3) também pode levar a exposição da polpa.O escurecimento ou alteração da cor dos dentes (dente fica com tonalidade rósea) indica morte da polpa ou inflamação desta, respectivamente, e devem ser tratados (Figura 4).

Outros sinais externos à cavidade oral podem indicar problemas de canal como, inchaço ou ferida abaixo do olho (Figura 5) e secreção nasal de apenas um dos lados.

O tratamento de canal (Figura 7) é semelhante ao realizado em seres humanos. Sempre que possível, este tratamento é realizado em apenas uma única sessão e deve-se fazer o acompanhamento radiográfico anual por 5 anos.

Após o tratamento de canal, o dente é restaurado com resina (Figura 8) ou o que é indicado, proteger este dente com uma coroa metálica (Figura 9) para evitar novas fraturas.

Algumas considerações importantes:

  • O fato de seu pet ter um dente fraturado ou escurecido e continuar comendo e não aparentar sentir dor não significa que ele não sinta dor e não esteja sofrendo;
  • Mesmo se não houve a exposição direta da polpa o dente deve ser protegido (selado) e radiografado periodicamente pois o trauma que levou a fratura do dente pode causar a morte do dente e através da dentina exposta pode haver contaminação da polpa;
  • A extração do dente fraturado pode ser uma opção, mas sempre é reservada para aqueles casos onde o tratamento de canal não é recomendado.

Dor de dente Pet Fratura

Figura 1 – Quarto pré-molar superior direito com fratura e exposição da polpa viva (ponto vermelho). Presença de tártaro e inflamação da gengiva. Indicação de tratamento periodontal, tratamento de canal e restauração do dente.

Dor de dente pet fratura canino

Figura 2 – Canino superior esquerdo com fraturado com exposição da polpa (ponto escutro na ponta do dente) e escurecimento do dente que indicam morte da parte viva do dente. Indicação de tratamento de canal e restauração do dente.

Dor de dente Pet desgaste de cão

Figura 3 – Dentes incisivos de cão gastos devido ao encaixe imperfeito dos dentes que levou a exposição da polpa destes dentes.

Dor de dente pet canino inferior de cão escurecido

Figura 4 -Dente canino inferior de cão escurecido indicando morte do dente sendo indicado tratamento de canal.

Dor de dente pet inchaço e ferida

Figura 5 – Inchaço e ferida abaixo do olho de um cão devido abscesso provocado pela fratura do quarto pré-molar superior esquerdo. Indicado radiografia e tratamento de canal.

Dor de dente pet radiofrafia pré-molar fraturado

Figura 6 – Imagem radiográfica do quarto pré-molar superior direito fraturado. Setas indicam área de abscesso devido a uma fratura dental.

Dor de dente pet obturação

Figura 7 – Imagem radiográfica do tratamento de canal das três raízes do quarto pré-molar superior direito.

Dor de dente pet pré-molar restaurado

Figura 8 – Aspecto final do quarto pré-molar superior direito restaurado com resina após tratamento de canal.

Dor de dente Pet restauração metálica

Figura 9 – Restauração metálica de um quarto pré-molar fraturado após tratamento de canal.