6 modos de saber se seu pet pode estar com problemas bucais

Você sabe identificar se a boca do seu pet vai bem? Nosso médico veterinário Dr. Herbert Corrêa explica alguns sinais que ajudam na identificação de como vai a saúde bucal do seu pet.

  • Mau hálito: é um dos primeiros e o mais conhecido de todos os sinais. O tal do “bafinho” indica que existem bactérias causando problema na boca de seu pet.
  • Gengivas inflamadas (Gengivite): Na maioria dos cães e gatos a gengiva tem a coloração rósea. Se a gengiva estiver avermelhada e inchada, isto é sinal de inflamação, podendo haver até sangramento ao toque ou quando ele mastiga. Em alguns casos, a gengiva pode ser pigmentada (escura) ficando mais difícil identificar a inflamação.
  • Tártaro: Os dentes precisam estar sempre branquinhos. Quando eles começam a ficar sujos (crostas amareladas e escurecidas) isto é tártaro. Neste caso, já é necessária uma limpeza profissional com um dentista-veterinário. Em alguns locais, este tratamento é chamado de limpeza de tártaro.
  • Dentes quebrados: levam à dor e infecção quando há a exposição do canal (“nervo”) do dente, precisando ser tratados. Em geral, o tratamento recomendado é o tratamento de canal quando há exposição da polpa (“nervo do dente”) ou a aplicação de um selante Mesmo se não houve a exposição direta da polpa o dente deve ser protegido com a aplicação do selante e radiografado quando não expôs a polpa.
  • Dentes de leite que não caíram: Isto não é normal! Os dentes de leite devem ser extraídos o quanto antes. Quando eles não caem, os dentes permanentes nascem tortos prejudicando o encaixe normal dos dentes. A presença do dente de leite e do dente permanente juntos faz com que mais sujeira e placa bacteriana acumulem entre estes dentes levando ao aparecimento precoce da doença periodontal. Leia mais aqui.
  • Aumento de volumes, inchaços e caroços na cavidade oral: devem ser investigados através de biópsia, pois infelizmente, hoje os tumores de boca são bastante freqüentes (a boca é o 4º local onde mais aparecem tumores).

Perceba que não mencionamos aqui a dificuldade de se alimentar entre os principais sinais de problemas bucais em cães e gatos pois este não é um sinal relatado com frequência por tutores que procuram um serviço odontológico veterinário. Infelizmente muitos pets sofrem com dor sem apresentar sinais. Por isso é importante ficar atento sempre, e, na existência de um ou mais dos sinais relatados acima é importante agendar uma consulta com um dentista veterinário, mesmo que seu pet aparente estar bem.

Além disso, nós do Odontovet recomendamos a escovação diária dos dentes do seu pet como a melhor maneira de manter a saúde bucal e fazer pelo menos uma avaliação odontológica ao ano. Aprenda a realizar uma escovação ideal.

Para mais informações e tratamentos, marque uma consulta conosco aqui.

4 comentários
  1. Responder
    Luiz Fernando da silva

    Boa noite; tenho um pitbull e gostaria de saber o custo de uma consula;;
    Acredito que tenha dente quebrado.

    Obrigado.

    • Odontovet
      Responder
      Odontovet

      Olá Luiz Fernando, tudo bem?
      No caso, é necessária a avaliação de um especialista para saber ao certo o que pode ser feito.
      Por favor, agende uma consulta pelo telefone: (11) 3816-2450, fale com a Miriam que ela poderá fazer um valor especial pra você.

  2. Responder
    Juliana

    Meu york tem muito mau alito emuito partaroo que devo fazer e quanto custaria

    • Odontovet
      Responder
      Odontovet

      Olá Juliana, tudo bem?
      No caso, é necessária a avaliação de um especialista para saber ao certo o que pode ser feito.
      O agendamento deve ser feito pelo Telefone: (11) 3816-2450, fale com a Miriam que ela poderá fazer um valor especial pra você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *