Todos na Tag: pets

Restaurantes e locais pet friendly: Atividades novas e diferentes para entreter você e seu pet.

Você sabe quais atividades pode fazer com seu pet, além do passeio básico diário? A gente te conta as mais diversas possibilidades nesse post.

Assim como nós, pets também se entediam se ficarem apenas em casa, sem atividades.
É por isso que, muitas vezes, voltamos para casa e está tudo de ponta cabeça! Para não deixar o seu pet desmotivado e quebrar a rotina, há muito o que vocês podem fazer juntos, além da caminhada diária.  De restaurantes a turismo, confira alguns tipos de atividades pet friendly, que irão te ajudar a incrementar a rotina:

  • Restaurantes: Geralmente com espaços abertos, hoje em dia existem inúmeros restaurantes, padarias e cafeterias que aceitam e incentivam a visita de clientes com pets. Alguns, inclusive, possuem cardápios especiais com petiscos e pratos para os acompanhantes de quatro patas, para aquela deliciosa refeição em família.
    Não esqueça da escovação ao final do dia. Assim como na nossa boca, os resíduos podem causar complicações chatas, prejudicando a saúde do pet. A saúde começa na boca e nossos acompanhantes dependem de nós para ajudar nisso.
  • Parques: assim como existem parques que não aceitam pets, há parques que são exatamente o oposto. Hoje, existem inúmeros parques com áreas recreativas voltadas para a socialização dos bichinhos. É como uma grande festa!
  • Hotéis e resorts: Quem não ama sair da rotina? Pois é, sair da cidade com seu pet para voltar depois de alguns dias não é mais motivo de preocupação. Ao longo dos anos, hotéis e resorts notaram a quantidade de viajantes buscando locais pet friendly para passar a noite ou fins de semana. São locais com caminhas, potes de água e ração, e uma estrutura pronta para atender vocês da melhor forma possível. Só tenha certeza de que o pet está familiarizado, para evitar situações estressantes.
  • Lojas e espaços culturais: Se o seu pet não faz muita questão de atividades tão intensas, como correr ou nadar, ou se o dia está com temperaturas mais chatinhas, há também a opção de visitar comércios. Algumas lojas e espaços culturais tem toda uma estrutura para entreter seu pet da melhor forma.

Antes de sair para o passeio, leve seu pet para fazer suas necessidades, assim você tem mais chances de evitar surpresas.

E lembre-se, o objetivo é ter um ótimo momento com o seu pet. Evite forçar situações em locais que não tem estrutura para recepcionar vocês dois. A situação pode causar desconforto no bichinho, acabando com todo o propósito do passeio.

Que tal pesquisar lugares bacanas para sair com o seu pet hoje? Encontramos muitas dicas interessantes do site: https://guiapetfriendly.com.br. Lá tem sugestões por localidade, categoria e até tamanho do pet.

Se tiver dicas nos indique nos comentários. Adoramos conhecer lugares novos!

Leia mais

Você sabia que seu pet tem dente de leite?

Aprenda mais sobre o processo da troca de dentição do seu filhote.

Cães, gatos e lagomorfos como coelhos e lebres, assim como nós, possuem dentes de leite. Nos coelhos, a troca de dentes pode ocorrer ainda dentro do útero da mãe, mas nos cães e nos gatos começa ao redor do 4º mês de idade e com 6 a 7 meses de vida, cães e gatos já devem ter trocado todos os dentes. Geralmente, essa fase passa despercebida, mas, eventualmente, podem ocorrer pequenos sangramentos na gengiva e até falta de apetite. Todos lembramos como é incômodo comer com aquela dorzinha do dente mole, não é mesmo?

Mas, se a troca dos dentes passa despercebida, por quê devo me preocupar? O motivo é que é muito comum, alguns dentes de leite demorarem para cair (persistência dos dentes decíduos) e isso pode influenciar na posição dos dentes definitivos (maloclusão) e favorecer ao aparecimento precoce de inflamação na gengiva (doença periodontal). Nesse caso, esses dentes de leite devem ser extraídos. Portanto, é muito importante que você tutor esteja atento à essa fase.

Quer entender melhor a troca dos dentes e saber mais sobre a extração de dentes de leite? Clique aqui.

Se o seu pet está ou já passou dessa fase, comente aqui qual é o seu conselho para outros tutores. E, caso tenha alguma dúvida ou necessite de uma consulta, entre em contato conosco.

Leia mais
Olá, podemos ajudar?
Powered by