Tipos de Coelhos Domésticos

Sabe-se que há cerca de 50 espécies de coelhos, mas apenas alguns deles foram domesticados. Entre eles, quatro se tornaram mais comuns quando busca-se este pet como companheiro da família. Conheça-os: 

  1. Holland Hop: Essa espécie é uma mistura do lop francês com o anão holandês e surgiu nos anos 50, na Holanda. A principal característica dessa raça são as orelhas caídas e o corpo compacto, sendo uma espécie pequena. Também possuem pêlos densos e de comprimento médio, que requerem cuidados frequentes, como escovação e limpeza.
  2. Cabeça de Leão: Tem este nome por ter uma pelagem mais longa e volumosa na região do pescoço, como se fosse uma “juba” e tem parentesco com os coelhos anões, chegando a pesar até dois quilos. Outras características são as orelhas longas e patas mais fortes e grossas do que outros coelhos domésticos. É um dos mais recomendados para quem tem crianças, pois tem um temperamento calmo e carinhoso.
  3. Rex: este é um dos maiores coelhos domésticos, podendo chegar até 4kg. É originário da França e possui como características orelhas pontudas, inteligência e pelos bem macios, fruto de mutações genéticas.
  4. Anão Holandês: Como seu nome diz, ele é de pequeno porte, pesando cerca de um quilo e tem o corpo no formato de uma bolinha peluda com orelhas curtas. Apesar de ser pequeno, é uma das raças que mais come!

Cuidados com a dentição dos coelhos

Todos os coelhos domésticos precisam de cuidado e atenção aos seus dentes, pois eles crescem durante a vida toda e, se não desgastados corretamente, podem entortar e machucar a boca do pet, causando feridas e dificultando na alimentação e na qualidade de vida do pet. Portanto, para manter a saúde bucal do seu coelho sempre boa, ofereça uma alimentação o mais próxima do natural, incluindo principalmente tipos de feno e capim. Não deixe ração à vontade, ofertando sempre em pequenas porções para que ele se interessa principalmente pelos capins e fenos. Caso haja dúvidas sobre a melhor forma de alimentar, procure um veterinário especializado!

E se você notar uma diminuição ou seletividade na alimentação, perda de peso, salivação, alteração comportamental ou alteração na quantidade, volume e consistência das fezes, podem ser sinais de problemas odontológicos que precisam de uma atenção especial.

 

Gostou deste post? Compartilhe ele por ai!

Você pode tirar dúvidas, marcar uma consulta odontológica para seu pet ou falar conosco pelo Whatsapp clicando aqui. É possível falar conosco também pelo email odontovet@odontovet.com. 

Estamos à disposição e será um prazer atender seu pet!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.