Todas os posts na Categoria: Uncategorized

Hospital libera visita de animais a tutores internados

O Hospital Albert Einstein, em São Paulo, passou a liberar visitas dos animais domésticos de tutores internados, mesmo em unidades semi-intensivas. Ainda que sob rígido protocolo, os animais são considerados membros da família e ajudam na recuperação dos pacientes.

Após 3 anos de preparo da equipe e testes, o Einstein se tornou o 35º hospital do mundo, e o primeiro da América Latina, a ter o selo concedido pela organização americana Planetree, para ter animais domésticos em suas dependências.

Para que os pets possam visitar seus tutores é preciso que passem por uma avaliação com laudo do veterinário atestando boa saúde e precisam tomar um banho bem caprichado antes da visita, além da apresentação de documentos de vacinação e o comprometimento com a tranquilidade do cão. O médico do paciente também precisa estar de acordo com a visita e uma equipe multidisciplinar acompanha todo o processo.

Essa medida faz parte do processo de humanização do hospital, e a liberação – ainda que rígida – da visita de animais visa promover felicidade, paz e bem-estar aos pacientes, além de auxiliar na resposta aos tratamentos e na recuperação.

Nós apoiamos esta atitude, porque o amor de um animal é grandioso!

Leia mais

Dr. Daniel Ferro no Conpavepa

Além da Dra. Michele, o Dr. Daniel Ferro também esteve presente no Conpavepa palestrando.

O tema foi “Porque não utilizar antibióticos no tratamento odontológico”, já que a discussão hoje sobre o uso racional de antibióticos para redução de bactérias resistentes é também um tema a ser abordado na odontologia veterinária.

Confira sua participação nas fotos acima.

Leia mais

Pet Assist oferece desconto exclusivo para fãs do Odontovet

O Odontovet tem o prazer de anunciar uma parceria com a Pet Assist, empresa especializada na assistência de cães e gatos em caso de falecimento do dono, oferecendo um novo lar aos animais. O seguro visa acolher e dar os cuidados necessários aos animais no caso de alguma eventualidade, possibilitando assim que a qualidade de vida do pet seja mantida, mesmo na falta de seu dono. 

E anunciamos uma promoção exclusiva: os seguidores e fãs das redes sociais do Odontovet(Facebook e Twitter) que contratarem o serviço não pagarão a primeira parcela!

Para sabeer mais informações sobre o serviço e como contratá-lo acesse o site www.petassistbrasil.com.br ou ligue 0800 056 2409.

O que é a Pet Assist:

A ideia surgiu a partir da experiência da Pet Assist em perceber que a morte do dono é um dos motivos que faz crescer o índice de abandono e consequente aumento do número de animais de estimação que vivem sem alguém que se responsabilize pelo seu bem estar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que só no Brasil existam mais de 30 milhões de animais abandonados, entre 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães

Em caso de falecimento do segurado, um profissional especializado busca o cão ou gato onde ele estiver e o transporta da forma mais adequada e confortável até o seu novo lar na Pet Assist, que possui um amplo espaço especialmente adaptado para recebê-los.  Esse serviço visa replicar o ambiente em que o Pet vivia antes. Como benefício adicional, o segurado terá o direito, no dia-a-dia, a orientações online sobre o comportamento e saúde do animal.

Leia mais

Itens domésticos que são perigosos para os animais

(Traduzido de Vetstreet)

Acidentes com produtos proibidos para animais pode acontecer com qualquer proprietário. Pense no seguinte caso: você está comendo chocolate, se distrai por um segundo e seu pet come um pedaço e então tem uma intoxicação. Inevitável, né?

Em 2013, a maioria dos 180 mil casos de envenenamento de animais registrados nos Estados Unidos envolveram pets que ingeriram remédios e alimentos para humanos.

Como forma de alerta, o site americano Vetstreet listou alguns dos itens mais perigosos para animais que geralmente existem em casa:


Pilhas e Baterias

Se são tóxicas para nós, imagine para nossos amigos peludos que as pegam com a boca? A mastigação e/ou ingestão pode causar úlceras na boca, esôfago e estômago.


Chocolate

Quando ingeridos, podem causar intoxicação, convulções e até a morte. Quanto mais amargo e escuro for o chocolate, mais tóxico ele é para nossos pets.


Detergentes

Tanto detergentes quanto sabão em pó podem causar úlceras na boca, esôfago e estômago em cachorros e gatos. Novos produtos para lavagem de roupa em formato de “bolinha” (pods) podem confundir os animais que, ao morderem o produto, inalam e ingerem grandes quantidades.


Etilenoglicol

Usado massivamente como anticongelante automotivo, ele atrai os animais por conta do seu sabor doce. Apenas uma pequena ingestão (na quantidade de uma colher de sopa) pode causar insuficiência renal.


Fertilizantes e Pesticidas

Dois produtos usados na jardinagem que podem causar intoxicação nos animais. Ao utilizar estes produtos, mantenha-os afastado até que seja seguro. Para saber o tempo de cada produtos é importante consultar a embalagem.


Uvas

A fruta e qualquer produto derivado de uvas, inclusive o suco, se ingeridos até em pequenas quantidades pode causar insuficiência renal em cachorros.


Produtos de limpeza doméstica

Se ingeridos podem causar úlceras gastrointestinais e intoxicação em cachorros e gatos. Para evitar qualquer problema deixe-os sempre em locais altos e armários fechados.


Lírios

Estas flores podem causar insuficiência renal em gatos e algumas espécies podem causar arritimia cardíaca e até a morte em cachorros e gatos.


Leia mais

Beijar seu cachorro pode ser benéfico à sua saúde

Cientistas da Universidade do Arizona acreditam que “beijar” seus amigos caninos na boca seja benéfico para a saúde humana, já que micróbios escondidos no intestino dos cachorros poderiam produzir um efeito probiótico no corpo de seus proprietários  semelhante ao dos iogurtes oferecidos no mercado. Alguns estudos anteriores já mostraram que os cachorros reforçam o sistema imunológico dos humanos, sobretudo das crianças.

Um dos pesquisadores envolvidos, Dr Charles Raison, acredita que os cães podem funcionar “como probióticos para melhorar a saúde das bactérias que vivem em nossos intestinos”. Para tanto, é extremamente importante a que a boca dos animais seja extremamente saudável, ou seja, com a saúde oral em dia, sem doenças periodontais ou correlacionadas.

O estudo, no entanto, focará no benefício dos cachorros à saúde de pessoas mais idosas e está em fase de busca de voluntários.


Veja mais informações na matéria da revista Info: http://abr.ai/1DnXs3z

Leia mais

Boas Festas!

Agradecemos a todos que estiveram conosco em 2014, que continuemos juntos em 2015.
Aos nossos os clientes e pets desejamos um novo ano repleto de alegria, amor, felicidade, magia e esperanças.
Que 2015 seja ainda melhor do que o ano que passou.
Boas Festas!
Leia mais
Olá, podemos ajudar?
Powered by