Procurar resultados para: lagomorfos

Você sabia que seu pet tem dente de leite?

Aprenda mais sobre o processo da troca de dentição do seu filhote.

Cães, gatos e lagomorfos como coelhos e lebres, assim como nós, possuem dentes de leite. Nos coelhos, a troca de dentes pode ocorrer ainda dentro do útero da mãe, mas nos cães e nos gatos começa ao redor do 4º mês de idade e com 6 a 7 meses de vida, cães e gatos já devem ter trocado todos os dentes. Geralmente, essa fase passa despercebida, mas, eventualmente, podem ocorrer pequenos sangramentos na gengiva e até falta de apetite. Todos lembramos como é incômodo comer com aquela dorzinha do dente mole, não é mesmo?

Mas, se a troca dos dentes passa despercebida, por quê devo me preocupar? O motivo é que é muito comum, alguns dentes de leite demorarem para cair (persistência dos dentes decíduos) e isso pode influenciar na posição dos dentes definitivos (maloclusão) e favorecer ao aparecimento precoce de inflamação na gengiva (doença periodontal). Nesse caso, esses dentes de leite devem ser extraídos. Portanto, é muito importante que você tutor esteja atento à essa fase.

Quer entender melhor a troca dos dentes e saber mais sobre a extração de dentes de leite? Clique aqui.

Se o seu pet está ou já passou dessa fase, comente aqui qual é o seu conselho para outros tutores. E, caso tenha alguma dúvida ou necessite de uma consulta, entre em contato conosco.

Leia mais

Especial: tudo o que você precisa saber sobre coelhos

Dos dentes às orelhas, conheça mais sobre os coelhos e suas principais características.

Abril é o mês dos coelhos no blog! Um dos pets mais fofinhos que existem e apaixonantes a todos os seus tutores.

Vamos conhecer um pouco mais sobre eles?

O coelho é um pequeno mamífero, da ordem dos lagomorfos (Lagomorpha), família dos leporídeos (Leporidae). É um pet de hábitos noturnos, então é natural de seu comportamento passar o dia entre sonecas e se mostrar ativo entre o fim da tarde e o amanhecer.

Justamente por seu hábito noturno, o coelho consegue enxergar em grande alcance, e em praticamente 360°. Há um único ponto cego, bem a frente de seu nariz. Nesse caso, entra em ação o seu bigode, que funcionam com verdadeiros sensores de presença. Seus olhos também são indicadores de sua saúde: brilhantes e vivos sempre indicam boa saúde.

Como falar sobre coelho sem mencionar seu maior símbolo? Os dentes!

O coelho possui entre 26 e 28 dentes. Poucos sabem, mas os dentes do coelho não param de crescer, então é necessária uma dieta especial que o nutra e o auxilie no desgaste dos dentinhos. Este, inclusive, é o tratamento odontológico mais comum nesse pet.

Outra complicação comum em coelhos é a maloclusão (quando um ou mais dentes estão fora de sua posição correta ou quando existe uma desproporção entre a mandíbula e a maxila). A maloclusão dos incisivos geralmente é primária, ou seja, estando frequentemente relacionada a desproporção entre o tamanho da mandíbula e a maxila.  Já nos dentes posteriores, geralmente é secundária, acontecendo quando os dentes não sofrem um desgaste adequado, o que pode levar os dentes a saírem de sua posição.

Além dos problemas relacionados a proporção entre mandíbula e maxila e também ao crescimento dos dentes, quedas ou traumas podem levar ao desvio dos dentes levando a uma maloclusão.

Você sabia que é muito comum a confusão de que o coelho é um roedor? Eles não são roedores. Embora tenham aqueles dentes frontais característicos dos roedores, é exatamente os dentes que os diferenciam. Os coelhos têm duas fileiras de dentes incisivos superiores, como mostramos nas fotos acima, enquanto os roedores só tem uma fileira.

Outra curiosidade sobre coelhos é sua icônica orelha, que é delicada mas super potente. Sua audição tem alto alcance e permite que eles ouçam sons a enormes distâncias. É bom reforçar que elas são super delicadas e que nunca, em hipótese alguma, devemos segurar os pets por elas.

E se as orelhas são surpreendentes, seu narizinho não fica muito para trás. Os coelhos têm olfato muito apurado, podendo encontrar até alimentos enterrados debaixo da terra. Por isso, boa sorte escondendo aquele petisco favorito dele.

 

Leia mais

[Especial Páscoa] Curiosidades sobre os Coelhos

Em comemoração ao mês da Páscoa, vamos iniciar uma série de posts semanais sobre a saúde bucal dos coelhos, um dos pets exóticos que temos experiência para atender.

Neste primeiro post trouxemos algumas curiosidades sobre a dentição desses pequenos animais de estimação:

  1. Os coelhos podem ser anões, médios ou grandes, terem pelo curto ou longo, orelha em pé ou caída, e serem uma mistura de todas essas características!

  2. Coelhos não são roedores! Eles são lagomorfos, mamíferos herbívoros.

  3. Possuem entre 26 e 28 dentes

  4. Os dentes dos coelhos crescem durante toda sua vida. 

  5. Eles crescem em média 2,4mm por semana

  6. Seu crescimento contínuo é uma resposta de compensação à seus hábitos alimentares.

  7. No ambiente doméstico os alimentos oferecidos não causam desgaste suficiente

  8. A falta de desgaste causa desalinhamento nos dentes e a formação de pontas, que ferem a boca do animal.

Se você notar no seu pet uma diminuição da alimentação, seletividade para comer, perda de peso, salivação ou alteração de comportamento, estes podem ser sinais de problemas odontológicos, portanto marque uma consulta de avaliação conosco através do email contato@odontovet.com

Leia mais
Olá, podemos ajudar?
Powered by